Como aprendi inglês sozinha usando 4 ferramentas

Aprender um novo idioma parece um pesadelo para algumas pessoas, já outras consideram essencial nos tempos atuais. Se você parar um pouco e analisar tudo ao seu redor, em poucos segundos vai perceber que a língua inglesa se encontra em todos os cantos. Por exemplo, no controle da sua tv há os seguintes botões: decoder (decodificador), source (fonte), guide (guia). Já se pensarmos na pandemia em que vivemos, utilizamos o termo “lockdown”. Além disso, as redes sociais mais utilizadas têm o nome em inglês, como Whatsapp, Instagram, Facebook, Twitter e Youtube.

 

Bom, você já entendeu que o inglês está presente na nossa vida, mas como aprender de forma rápida e simples?


A primeira coisa que tenho a dizer é: não existe um tempo definido para você aprender. Cada aluno tem o seu tempo. A aprendizagem não ocorre de forma igual e no inglês não é diferente. Além disso, cada um aprende com ferramentas diferentes e é sobre isso que eu quero falar hoje.

 

Como aprendi inglês sozinha?

O ano era 2011 ou 2012 e eu estava voltando da escola com duas amigas. Durante o caminho, decidimos escutar a rádio e as músicas eram todas em inglês. Elas começaram a cantar e eu simplesmente ficava calada porque não fazia ideia de como pronunciar aquelas palavras que elas cantavam perfeitamente, como se fosse a língua materna. Fiquei tão envergonhada que aquilo ficou guardado em mim por um tempo.

Em 2013, inconscientemente, comecei a aprender. Eu era tão viciada no Tumblr que quando aparecia algum texto em inglês, eu corria para o google tradutor. Dessa forma, fazendo isso algumas vezes por dia, aprendi algumas frases e palavras. E se engana quem pensa que eram textos grandes, tinham no máximo 20 a 30 palavras. 

 

Além disso, eu escutava música o dia todo e usei isso para melhorar a minha pronúncia.

O que eu fazia?

Jogava o nome da música no google e abria um site de letras de música e clicava em “tradução”. Dessa forma, enquanto eu escutava a música, acompanhava a letra e tentava cantar do meu jeito. Acredite ou não, foi assim que aprendi pronúncia. E isso também enriqueceu o meu vocabulário pois via a palavra e a tradução ao mesmo tempo.

 

Você pode estar se perguntando “nossa, mas será que isso funciona mesmo?” e sim, funciona. Eu era a aluna que não sabia o que significava “blue” e sabia contar só até 12. 

 

Em quanto tempo eu aprendi?

Não sei dizer ao certo porque não fiquei contando. Mas em 2 anos eu já via uma diferença absurda no meu inglês. O tempo só vai importar se você estiver estudando para alguma prova ou se em x dias/semanas/meses estiver se mudando para outro país.

Hoje 95% dos vídeos que vejo no youtube são em inglês, o que pesquiso no google também e e consigo ver séries/filmes sem legenda. Isso é importante para você ampliar as suas fontes de pesquisa. Quando eu quero aprender algum assunto que ainda não sei 100%, eu procuro em inglês. 

E se gostar de ler, assim como eu, há diversos livros que ainda não foram traduzidos para o português. Você ter a opção de ler em outra língua é muito bom. 

 

Conclusão:

Não foi na escola que aprendi e muito menos em cursinho. Assim como eu, diversas pessoas também aprenderam sozinhas. O intuito deste texto não é ensinar uma fórmula mágica e sim mostrar como não é impossível você também aprender estudando sozinho. 

 

 

As 4 ferramentas que me fizeram aprender inglês sozinha

 

1. Google Tradutor

“Quê?! É sério que você tá recomendando o google tradutor?” e sim, estou. Muita gente tem uma relação de ódio com ele mas foi o meu grande aliado quando estava bem no comecinho. É importante ressaltar que ele não traduz 100% certo mas isso não é tão relevante no início (a não ser que esteja estudando para alguma prova). 

Bom, como utilizá-lo? Comece escolhendo alguma coisa que você goste muito. Por exemplo, eu amo ler, então sempre pegava frases em inglês do tumblr (também pode utilizar o Pinterest, ou até mesmo o Google Imagens) e jogava direto no tradutor. Eu prestava atenção nas palavras (até me familiarizar com elas, pois algumas sempre vão aparecer) e via o que cada uma significava. Não fazia anotações porque sabia que eu não ia olhar mais para elas, mas se você sentir que aprenderá melhor escrevendo-as em um caderno, go for it!

Importante: eu fazia isso todos os dias porque gostava de saber o que as frases significavam. Caso ache chato e sinta preguiça, procure outra ferramenta. 

Dica: Torne isso um compromisso. Provavelmente você já recebeu (ou ainda recebe) mensagens de bom dia no whatsapp, correto? Ou talvez você seja a pessoa que as envia. Escolha uma frase pequena em inglês (mas claro, primeiro veja a tradução para não enviar coisa errada) e envie no grupo da família ou algum amigo. Provavelmente, alguns não vão entender o que tá escrito mas nada te impede de enviar a tradução em seguida. 

Isso funciona? Comigo funcionou mas também utilizava outras ferramentas.

 

2. Ouça muita música

Quem não ama escutar uma boa música? Pois é, sabia que ela pode fazer você evoluir muuuito nos seus estudos? A música te ajuda em 2 sentidos: pronúncia e vocabulário. 

Pronúncia:

1. Escolha uma música (em inglês) e pesquise a letra dela no google.

2. Escute-a atentamente observando a letra.

3. Depois de escutar 1 ou 2 vezes, comece a cantar (da forma que você sabe) junto com ela (diminua o volume de forma que consiga escutar a sua voz, ela não pode ficar abafada). Não esqueça de cantar seguindo a letra.

4. Faça isso com pelo menos 3 músicas algumas vezes por dia. 

Dica: Quando você tiver fazendo alguma tarefa, como limpar a casa, lavar louça, etc, coloque essas mesmas músicas e cante junto (sem letra). Vai chegar um momento que as palavras vão sair automaticamente.

Importante: Nada acontece do dia para a noite. Você precisa ter paciência e gostar do processo de aprendizagem. 

Isso funciona? Sim, faço até hoje com a intenção de aprender japonês. 

 

Vocabulário:

1. Escolha uma música e pesquise a tradução dela no google.

2. Leia atentamente o verso em inglês e depois em português. 

3. Faça isso com cada verso da música.

4. Repita o passo a passo com pelo menos mais 2 músicas, no mínimo 2 vezes por dia. 

Dica: Se você sentir necessidade de anotar, não hesite. Eu não fazia porque sempre escolhia as mesmas músicas, dessa forma fixava mais rápido o vocabulário de cada uma delas. 

Importante: Você precisa fazer no mínimo 2 vezes por dia porque é através da repetição que fixamos o vocabulário. Se puder fazer mais do que isso, ótimo, vai acelerar o seu processo de aprendizagem. Caso tenha pouco tempo, fique tranquilo e lembre-se que aprender um novo idioma não é uma corrida de fórmula 1, leva tempo, dedicação e interesse em aprender. Faça com que o seu aprendizado seja prazeroso, dessa forma, a sua vontade de estudar aumentará a cada dia. 

Isso funciona? Com certeza. Além do google tradutor, foi uma das ferramentas que usei para aprender inglês. 

 

3. Linguee

Linguee é um dicionário online que eu utilizo há 3 anos para ajudar nos meus estudos, afinal, ainda existem muitas palavras em inglês que eu desconheço ou esqueço o que significam. 

Você pode utilizar quando não souber o que 1 ou 2 palavras significam. Se quiser traduzir uma frase completa, recomendo o google tradutor pois, no inglês, se traduzir palavra por palavra vai dar Error 404. 

O interessante do Linguee é que ele dá exemplos com frases. Então além de você saber o que a palavra significa, é possível ver como ela é inserida num texto. 

Isso funciona? Sim, todo dicionário funciona.

 

4. Youtube

Ah, o Youtube. Quem não é viciado nessa plataforma? Podemos aprender desde fazer um ovo a construir uma casa no meio do mato. Mas como utilizá-lo para aprender a lingua inglesa? Vendo vídeos sobre aprender o idioma? Também, mas não é isso que quero recomendar. 

Pesquisa! Sim. Já parou para pensar que podemos pesquisar as coisas em outro idioma? E que isso aumenta muito as suas opções? Imagina que em português há apenas 5 vídeos sobre o que quer ver mas pesquisando em inglês, você encontra 15, pois é, já aconteceu comigo. 

A minha dica é: comece a pesquisar as coisas em inglês, tanto no youtube quanto no google. Isso é tão importante para os seus estudos quanto os Artigos Definidos e Indefinidos. E ative as legendas (em inglês, claro). É quase como assistir um episódio de uma série, porém leva bem menos tempo. E não se preocupe se não entender o que estão dizendo, você precisa se familiarizar com o idioma. 

Isso funciona? Sim, muito. Utilizo esse método até hoje.

 

Gostou das dicas? Há outras dezenas de ferramentas, porém quis destacar as que sei que funcionam pois eu mesma já as utilizei. 

Keep studying!